• 07 maio

    Tami entrevista Marcio Lui – o personal mais disputado pelas celebridades

    Oi pessoal, quem me segue no insta e snap (tamilicia) já viu que me encontrei com o querido Marcio Lui em São Paulo para um bate papo super gostoso, né?

    Professor da Sabrina Sato, Alessandra Ambrósio, Adriane Galisteu, Fernanda Motta entre taaantas outras lindas, ele conta agora pra gente o segredo desse sucesso todo e ainda revela alguns top secrets das beldades…

    Enjoy!

    marciolui

    TL – Marcio, o resultado do seu trabalho está constantemente estampado na TV para milhares de pessoas avaliarem. Como é a sensação? O que tem que ter e fazer para ser um bom personal?

    ML – Acredito que o mais importante de tudo, para ter esse reconhecimento, é procurar fazer o bem para as pessoas. Trabalhar com celebridades é trabalhar com a necessidade que os fãs estão tendo em relação ao ídolo.
    É preciso ter a noção e cuidado de saber que são pessoas normais como quaisquer outras. É fruto de muito trabalho, estudo e paciência.
    O grande diferencial de um bom personal é entender o indivíduo como único, as pessoas acham que tem que fazer um treino igual pra todo mundo, mas não é bem assim, é preciso entender a necessidade da pessoa.

    TL – Os corpos das suas alunas são invejados pelo país todo. O que suas aulas têm que as outras não têm?

    ML – Além de trabalhar cada indivíduo como sendo único, eu nunca repito um treino, trabalho estímulos diferentes a cada aula, sempre inovo de acordo com a necessidade do aluno. Exemplo: a Sabrina na época do carnaval, trabalhamos especificamente para ela chegar na avenida com o corpo todo sarado, pernas torneadas, bumbum, etc… Em época de desfile Victoria’S Secret eu viajo com Alessandra para intensificarmos treinos de acordo com aquilo que ela deseja e necessita. Esse contato e liberdade de trabalhar mais intensamente com as alunas dependendo do que elas precisam no momento é importante.

    TL – Quais fatores você julga essencial para se obter bons resultados?

    ML – Disciplina. Saber que tem que ter uma boa alimentação, que tem que dormir bem, treinar e descansar.

    TL – Já li e ouvi dizer que a Sabrina Sato come de tudo, é verdade? Ela é fora do normal ou dá para qualquer mortal comer feijoada e ter aquele corpo? Conta pra gente o segredo da musa nipônica.

    ML – Verdade. Ela come normal e faz dieta na fase que precisa, carnaval, etc. Tem genética boa e é uma pessoa super disciplinada. Treina muito. E quando ela sabe que precisa, ela foca e vai atrás do resultado.

    TL – Existem pessoas que ainda acham que musculação deve ser praticada somente por quem almeja corpos gigantes e musculosos. Uma prova que isso é um mito é Adriane Galisteu, uma de suas belas alunas, certo? Como deve ser conduzido o treino para quem deseja um corpo seco e magrinho como o dela?

    ML – Eu sou um dos personais que mudou um pouco esse conceito, venho trabalhando nisso há mais de três anos. Antigamente víamos aquelas mulheres mais musculosas, fortonas, e agora o perfil é mais slim, elas são mais secas e definidas, e eu prefiro, pra mim a mulher tem que ser feminina, vestir uma roupa e se encontrar dentro dela. Tenho amigas que treinam para ficar fortes, não repreendo, mas não é o meu perfil de treino. Acho que a mulher tem que ser seca, com uma perna bonita, bumbum bonito, braço fino…
    O principal pra secar é fazer cardio e manter uma boa alimentação.

    TL- E se chegar uma aluna nova pedindo para ficar super forte, como você age?

    Então, na verdade, hoje eu marco um café para saber e conhecer mais sobre o perfil da pessoa. Personal é como relacionamento, um dia pode acabar ou não. Se a pessoa pede para ficar forte eu já sei que não dará certo e nem começo. Eu trabalho pela qualidade de vida, sou contra anabolizantes. Sou a favor das pessoas terem um estilo de vida saudável, com equilíbrio. Se está com vontade comer uma pizza ou chocolate, coma! Depois compensamos no treino. Tem que ter o dia do lixo, é importante!

    TL – Falando nisso, está mais que claro que a tendência agora é esse perfil mais sequinho de corpo bem a la Pugliesi, você acredita que ela tenha participação nessa moda slim?

    ML – Não, isso já vem há mais tempo, a rede social só ajudou no processo. Porque as mulheres gostam de se vestir e se sentirem elegantes. Não acredito que tenha sido por causa de uma blogueira ou outra, mas sim o fato de que as pessoas ultimamente preocupam-se em sentir-se bem e saudáveis. A maioria busca por uma qualidade de vida, sem excessos e exageros.

    TL – Qual sua visão sobre pessoas que estão ministrando aulas sem terem feito faculdade e sem o CREF? Você acha isso primoridal ou acredita que dá para ser coach sem ter feito um curso superior, assim como ocorre nos EUA?

    ML – Eu estudei quatro anos de educação física mais dois de esporte e eu vejo isso como uma das coisas mais importantes pra mim hoje. Fui nadador, fui praticante e justamente por isso quis fazer o curso, para entender como funciona o corpo, o metabolismo, enfim. Acredito que só quem tenha estudado pode realmente saber o que se passa. Eu sou contra quem dá aula sem ter o CREF. Não acho legal essa modinha de coach, existem muitas pessoas boas e capacitadas no mercado, você não precisa ter aula com uma pessoa que não estudou.

    TL – Mas existem pessoas que mesmo tendo cursado educação física são ruins, assim como em qualquer outra área.

    ML – Claro, porém quando você procura alguém que não é formado você tem que estar ciente de que está colocando sua vida e saúde em risco. Existem lesões, podem ocorrer paradas cardíacas, será que esse “professor” sabe fazer os primeiros socorros? São coisas que precisam ser colocadas na balança.

    TL – E sabemos também que só fazer a faculdade e estagnar não fará de ninguém um bom profissional, o que você faz para dar continuidade aos seus conhecimentos?

    ML – Fiz educação física, depois esporte, em seguida me formei em reabilitação motora para deficientes físicos amputados. Fiz psicologia e todo ano viajo para fora do país para trazer alguma nova bagagem pro Brasil.

    TL – Por que a musculação é tão importante para a saúde?

    ML – Ela é importante para fortalecer, para trabalho postural, ajuda a emagrecer, a musculação aliada a outra atividade te dá o suporte para tudo na vida. Eu sempre digo que para você ter o corpo perfeito é preciso fazer duas atividades, assim o corpo não entra na rotina.

    TL – Existe uma idade certa para começar com os treinos?

    ML – Na verdade, adolescentes com 14, 15 anos podem começar mas desde que seja com um acompanhamento de personal, pois nessa idade ainda estamos em desenvolvimento e não pode pegar carga, não pode fazer exercício pesado. É mais a base do fortalecimento mesmo que já pode começar a ser estimulada. Eu, por exemplo, jamais permitiria que meu filho adolescente treinasse sozinho.

    TL – A maior reclamação das mulheres em geral é em relação à barriga. Que dica você pode dar para gente que está longe de você mas deseja ostentar um abs de Sabrina Sato por aqui?

    ML – Barriga é alimentação. E de exercício muito cardio, como corrida, esteira, bicicleta… Fazer abdominal para perder a barriga é mito. O que faz secar mesmo é o cardio somado à boa alimentação. Fazendo isso, vocês conseguirão um retorno fantástico.

    TL – Que tipo de exercício dá para fazer em casa, sozinha, que não precisa de supervisão de um profissional?

    ML – Agachamentos, afundos, flexão e abdominal são exercícios que darão uma tonificada e que já podem ser considerados os primeiros passos… Depois disso é preciso procurar um local e profissional específicos.

    TL – E qual seu conselho para as pessoas que precisam perder bastante peso mas já estão desanimadas. O que você pode dizer para tentar ajudá-las a sair da zona de conforto e buscar por uma vida mais saudável?

    ML – Primeira coisa é eliminar a preguiça para conseguir procurar por bons profissionais, como médicos, nutricionistas e personais. Essas pessoas darão todo o auxílio necessário para que ela consiga resultados sem se lesionar.
    Uma caminhada em volta do quarteirão pode ajudar muito, comece com uma quadra, depois aumente para duas, três, e assim vai ganhando mais ânimo para continuar.

    TL – E para as pessoas que estão indecisas entre fazer o curso de educação física ou não, o que você diz?

    Recomento MUITO. O mercado está aquecido, tem uma área enorme dentro da saúde. As pessoas me perguntam se eu faria, e eu digo que sim, faria! Eu só acho que professor de educação física não pode nunca entrar na zona de conforto, fazer o curso e achar que sabe tudo. Tem muita coisa nova, é tipo celular, tem sempre uma nova atualização. Seja curioso.

    marciolui1

    É ou não é pra chorar de vontade de treinar com ele? Marcio é muito competente e merecedor desse sucesso todo. Atualmente tem uma coluna na Glamour online e acaba de lançar uma plataforma também online, a Efforce, onde reúne dicas e posts de várias blogueiras fitness, quem já consegue enxergar onde esse cara vai parar?

    Querido, obrigada! Amei nossa entrevista! Sucessssssooo ainda mais pra você! 🙂

    Beijos

    Leia também!

    Compartilhe

    3
    Comentários

    3 Comments

    1. Ludmila Vieira

      7 de maio de 2015 at 20:23

      Que vontade treinar com ele… Só dar uma “pence” sabe? Rs
      Vou marcar logo um café…
      Bjs e parabéns!

      • Tami

        7 de maio de 2015 at 21:39

        Idemmm! Ele é óoooootimo! rs

    2. Marcio Lui

      7 de maio de 2015 at 22:41

      Obrigado você pelo carinho e desculpa a correria.
      Super beijo

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Protected by WP Anti Spam